Início » Notícias » Garotos presos em caverna na Tailândia começam a ser resgatados

Garotos presos em caverna na Tailândia começam a ser resgatados

Garotos presos em caverna na Tailândia

No dia 23 de junho um grupo de garotos, entre 11 e 16 anos, que formam um time de futebol e seu treinador de 25 anos foram comemorar o aniversário de um deles em uma caverna na Tailândia, quando foram surpreendidos por uma forte chuva que inundou a caverna deixando-os presos no local.

O grupo foi encontrado cinco dias depois, e como, haviam levado apenas comida para a comemoração, estavam famintos e muito assustados, desde então, os mergulhadores da marinha estão levando regularmente comida, luz e tratamentos médicos para eles, que puderam inclusive se comunicar com suas famílias através de cartas.

O grupo de garotos e o treinador estão na saliência de uma rocha 4 km adentro do complexo Tham Luang, e o resgate só não tinha começado porque as autoridades estavam tentando cavar buracos para encontrar outra saída, e principalmente porque eles queriam escoar o máximo de água possível do local para abrir caminho para o resgate sem a necessidade de mergulho, mas infelizmente isso não foi possível, então decidiram que não poderiam mais esperar, já que, o nível de água na caverna é o menor desde que o grupo foi encontrado e existem grandes chances das chuvas voltarem a fazer o nível da água subir novamente.

Garotos presos em caverna na Tailândia começam a ser resgatados

Nesse domingo, 8 de julho, os garotos começaram a ser resgatados, 4 garotos dos 12 já conseguiram sair da caverna segundo confirmou o ex-governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osatanakorn, que está à frente da operação que envolve 90 mergulhadores, sendo 40 tailandeses e 50 estrangeiros, a identidade dos meninos que foram retirados da caverna por cerca das 10h deste domingo na Tailândia (0h no Brasil) não foram reveladas, só se sabe que optaram por tirar os mais fracos primeiro.

A operação de resgate deve durar cerca de 2 dias, os mergulhares vão esperar 10 horas para iniciaram o resgate de um novo grupo de garotos, que foram divididos em 3 grupos, sendo que, o último conta com o treinador.

Os mergulhadores ensinaram os 13 a usarem equipamentos de mergulho e respirar debaixo d’água porque o percurso que leva mais de 5 horas para ser concluído é muito complicado, e nele cada garoto está sendo acompanhado de dois mergulhadores, eles precisam andar nas rochas, escalar, caminhar na água e mergulhar no escuro, mas com o auxilio de cordas que foram colocadas por todo percurso.

Segundo o repórter da BBC Helier Cheung o clima de expectativa é forte no acampamento próximo ao local que reúne voluntários, jornalistas e familiares dos garotos que estão aguardando e torcendo para que todos saiam bem da caverna.

 

.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.