Carinha de Anjo: Irmã Luzia enfrenta a Madre e é expulsa do colégio

carinha de anjo

Na novela Carinha de Anjo um dos cenários mais comuns é o colégio interno de freiras Doce Horizonte, local onde Dulce Maria estuda e passa a maior parte do seu tempo.

Irmã Luzia é uma das freiras e professoras do internato e embora ela se faça de boazinha, ela acabará enfrentando a Madre Superiora e será expulsa do colégio.

Em Carinha de Anjo Irmã Luzia é expulsa do colégio

Quem está assistindo a novela Carinha de Anjo sabe que Irmã Luzia se aliou a Bárbara e a Frida para fazer maldades com a turma da Dulce. Bárbara esconde seu livro de espanhol nas coisas de Adriana e Irmã Luzia encontra o livro na frente da Madre e da Irmã Fabiana e acusa a pequena.

Irmã Fabiana com a ajuda de Emílio consegue descobrir toda a verdade. Quando a Madre vai ao quarto das meninas, Irmã Luzia está gritando com elas. A Superiora diz que elas não precisam se preocupar, principalmente, Adriana que é inocente e ordena que a freira vá até sua sala.

Quando a Madre e a Irmã Luzia chegam à sala, a freira diz que a Madre não precisava ter falado com ela daquela forma e continua acusando Adriana. A Madre pergunta até quando ela vai acusar uma aluna injustamente.

Irmã Luzia diz na cara da Madre que elas são muito diferentes, pois ela fez de tudo para colocar o colégio nos eixos, mas a Superiora permite tudo. A freira ainda revela que bagunçou a sala de música e acusou a Irmã Fabiana.

A freira ainda diz que está por trás das reclamações dos pais da Frida. A religiosa acaba falando de Dulce Maria dizendo que ninguém tem culpa de ela ser órfã e fala que é para ela sofrer que um dia passa.

Na trama Carinha de Anjo Madre Superiora grita e diz chega e afirma que ela ainda é a diretora da escola e que Irmã Luzia não tem moral para julgá-la e diz que ela está expulsa do colégio.

Portanto, Irmã Luzia queria tomar o lugar da Madre, mas ela não tem a bondade e firmeza necessárias para cuidar de um colégio de freiras. Quando está indo embora Irmã Luzia pede perdão à Madre Superiora.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *